Este blog é um dos frutos da parceria de Alberto de Oliveira com Alberto Camarero – nas rodas, OS ALBERTOS.
Tudo começou num encontro marcado numa esquina da memória nacional em 2012.
Oliveira, muito jovem, desde sempre um pesquisador da época de ouro da nossa música popular e dono de um enorme acervo de raridades fonográficas, hoje formado em História, é também poeta e escritor.
Camarero, nem tão jovem, pois completou em 2018 cinquenta anos de atividades artísticas, é profissionalmente cenógrafo e figurinista nas artes cênicas, além de artista plástico. Um eterno submisso à sua memória aquariana, a matéria-prima do seu campo de criação.
Juntos, OS ALBERTOS pesquisaram a fundo o universo do faquirismo nacional e daí surgiu “Cravo na Carne – Fama e Fome”, o primeiro livro editado sobre o assunto.
Atuando como pesquisadores e produtores culturais, apresentam um rol de atividades em espetáculos trazendo à cena artistas de várias gerações, muitos deles esquecidos do público.
Neste blog, apresentam seus encontros com esses artistas notáveis. Os que fizeram e fazem da arte sua expressão mais visceral – resistentes e insistentes. Desacatando a opinião pública e moral vigente, o “bom gosto” e, quase sempre, a caretice da própria classe artística. Com raríssimas exceções, artistas da linha de fundo, bem longe dos refletores oficiais da história da arte.
Levam um carinho especial dos autores deste blog as mulheres, essas deliciosas “tipas” – expressão viva de Lilith, a outra Eva: a marginal, a insolente, proscrita dos antigos testamentos. São elas as faquiresas, as vedetes, as burlescas, as lutadoras, as dançarinas bizarras, as cantoras da noite, as performers dos palcos mambembes e tantas outras que passam ou passaram burlando a vida em cena… As com muitas horas de camarins infectos desenhando sobrancelhas e pintando suas bocas para sorrir melhor e aprimorar o grito.
Protagonistas dos espetáculos carregados de emoções baratas, deleitando grandes massas populares e fazendo – alguns – da fome e do corpo a busca pela fama, seguiram e seguem tendo a fé e a resistência como princípio.
Nesses tempos informatizados e midiáticos, OS ALBERTOS trazem à luz da cena e do Google a presença deles com toda a reverência e o respeito que merecem.
Para entrar em contato com OS ALBERTOS, escreva para tropicerbero@gmail.com

segunda-feira, 6 de julho de 2020

1º Festival A Arte do Faquirismo

Quem acompanha os trabalhos dos Albertos sabe que a arte do Faquirismo está no centro das pesquisas da dupla desde 2012, quando essa parceria teve início.
Esses estudos resultaram no livro "Cravo na Carne - Fama e Fome: O Faquirismo Feminino no Brasil", publicada em 2015 pela editora Veneta, e serviram de base para o filme "Fakir", da cineasta e atriz Helena Ignez, lançado em 2019.
Em São Paulo, os Albertos promoveram em 2018 e 2019 o evento A Noite das Faquiresas, reunindo performances e debates sobre o tema.
Impossibilitados de realizar a terceira edição d'A Noite das Faquiresas por conta da pandemia de 2020, os Albertos decidiram promover um evento totalmente on-line lançando luz sobre o Faquirismo.


O 1º Festival A Arte do Faquirismo foi realizado entre 30 de junho e 05 de julho de 2020 através do Instagram e do Youtube e contou com participações muito especiais.
Nos debates, tomaram parte a antropóloga, atriz e vedete Regina Müller, a artista circense e Diretora do Centro de Memória do Circo Verônica Tamaoki, a cineasta e atriz Helena Ignez e a bruxa e performer Paula Toledo em discussões sobre as relações entre a arte do Faquirismo e Performance, Feminismo, Circo, Política e Misticismo.
A Faquiresa Najja (jejum), a bailarina exótica e artista circense Odre Consiglio (encantamento de serpentes) e - diretamente de Portugal - o Fakir Mp (números com fogo, vidro, pregos e facas) deram seus depoimentos sobre suas atuações dentro de suas respectivas modalidades de Faquirismo.
A encantadora de serpentes Jadde Johara e a artista burlesca Miss G se apresentaram ao vivo em números de dança, a atriz Maura Ferreira fez a leitura de um texto da vedete Luz del Fuego e o Coletivo Teatro Dodecafônico contribuiu com um vídeo-poema de Luiza Fagá.
Os familiares de dois Campeões Mundiais de Jejum e de duas Campeãs Mundiais de Jejum Feminino participaram de sessões de bate-papo ao vivo falando a respeito dos faquires Silki e Zokan e das faquiresas Sandra e Yone.
A vedete Eloína Ferraz contribuiu com um depoimento sobre a ocasião em que foi madrinha do faquir colombiano Príncipe Ígor no Rio de Janeiro e Carlos Sampaio de Araújo, o filho da faquiresa e encantadora de serpentes Suzy King, gravou um vídeo falando sobre sua mãe especialmente para o festival.
Por fim, tivemos a colaboração das cobras Suzy King, Afrodite e Gesse.


Todas essas atrações foram registradas em vídeo e estão reunidas nesta postagem.
Dessa forma, o 1º Festival A Arte do Faquirismo fica disponível na íntegra para a posteridade.

1º dia - 30 de junho de 2020



Abertura: Bate-papo sobre Faquirismo, Performance e Feminismo com a antropóloga, atriz e vedete Regina Müller

2º dia - 01 de julho de 2020




Performance da encantadora de serpentes Jadde Johara




Bate-papo sobre o Faquir Silki com Rose Lopes (partner e nora)

3º dia - 02 de julho de 2020



Performance da artista burlesca Miss G




Bate-papo sobre a Faquiresa Sandra com Andreia Athaydes (neta)

4º dia - 03 de julho de 2020



Bate-papo sobre a arte de encantar serpentes com a bailarina exótica e artista circense Odre Consiglio



Bate-papo sobre Faquirismo e Circo com a artista circense e Diretora do Centro de Memória do Circo Verônica Tamaoki



Bate-papo sobre a Faquiresa Yone com Eloisa Arruda (sobrinha) e Rubens Barbosa (irmão)


Título: A Artista da Fome
Performers: Beatriz Cruz e Paula Klein
Direção de arte: Rafael Bicudo
Direção: Verônica Veloso
Captação e edição de imagens: Luiza Fagá


Performance do Coletivo Teatro Dodecafônico: Vídeo-poema "A Artista da Fome"

5º dia - 04 de julho de 2020



Bate-papo sobre o Faquir Zokan com Paulo Ricardo Pereira (filho)



Leitura da atriz Maura Ferreira: "Bailados", texto de Luz del Fuego



Bate-papo sobre o Faquirismo Político com a cineasta e atriz Helena Ignez



"A Vedete e o Faquir: Eloína Ferraz e Príncipe Ígor", com a participação da vedete Eloína Ferraz



Depoimento do Fakir Mp, diretamente de Portugal

6º dia - 05 de julho de 2020



Depoimento da Faquiresa Najja



Encerramento: Bate-papo sobre o Faquirismo Místico com a bruxa e performer Paula Toledo



"Suzy King, uma faquiresa à margem do Faquirismo", com a participação de Carlos Sampaio de Araújo (filho)

Agradecemos a Karina Lopes Colodetti por possibilitar a gravação do depoimento de Carlos para o 1º Festival A Arte do Faquirismo.

Extra


Conheça a história da Faquiresa Verinha e saiba como os Albertos iniciaram suas pesquisas sobre a arte do Faquirismo.


"Verinha, a Rainha do Frevo que se tornou faquiresa"

Para saber mais sobre a arte do Faquirismo

Leia o livro "Cravo na Carne - Fama e Fome: O Faquirismo Feminino no Brasil", de Alberto de Oliveira e Alberto Camarero, publicado em 2015 pela editora Veneta.


Assista o filme "Fakir", da cineasta e atriz Helena Ignez, lançado em 2019.


Siga o Canal Os Albertos no Youtube e acompanhe as postagens do blog Os Albertos apresentam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário